Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

Diversão de fim de noite.

Pé ante pé
Quando todos dormem
Madrugando irresponsavelmente
(se tiver acordado tarde e passado o dia fora de horário melhor)
Soberana no silêncio, como um gato.

Tinja os dedos de vermelho, vivo, doce.
Um pouco acre até
Mas de olhos fechados
Deixando aos dedos a tarefa de tatear, em meio ao frio
E depois, agradeça, a qualquer Deus, aos deuses todos
(ou ao mercado mais próximo)
Por que afinal, existem as cerejas

Termine lambendo os dedos como criança. Sugando todas as gotas irrefletidamente
Feio

Delicioso
E real...

Filme favorito, anarquismo, ou: nada disso.

Se me pedissem para escolher um único filme em toda a minha existência eu diria: por que vc não morre? =D
Mas mesmo assim, V de vingança estaria quase na frente.
Já sei o que pensam, possíveis (invisíveis) leitores: pronto, lá vem uma anarcóide. Ou: o quadrinho é muito melhor, ou... sei lá. Mas a vantagem de ter um blog é que dá, egoísticamente, para escrever só sobre nós. No caso, eu. (nós é coisa de comunista. Ou de marinheiro).
Uma das minhas cenas favoritas é a libertação da Evey.
Lá vai:



E, não, eu não achei em português. Aqui, depois de ser presa, torturada e encontrar uma carta que muda sua perspectiva sobre morrer, Evey descobre que era tudo armação do V. Para livrá-la do medo. E ela fica muito brava. Com razão. Eu não queria um tratamento desse tipo e olha que eu odeio todos os meus medos como toda boa orgulhosa garotinha soberba. Mas quando ela percebe que funcionou e sai na chuva, mais livre do que se possa imaginar ou sentir ele diz algo como: não feche os olhos. Tem a ver…