Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

achados do baú.

Qdo quis fugir ela dormiu, olhando para a caixa.
E era alto, como naquele filme
e dolorido também.
Mas ela não queria admitir q mentira para si mesma.
E aceitou, como quem pára em si mesmo.
Era um bom exercício, quase um jaburu de forma humana.
Um daqueles
daqueles q pouco voam