Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

conto

E um dia a menina
quebrou o espelho
para não ser quem era.
Mas o caco que olhava de volta era sempre conhecido
E a fazia sangrar em desespero.
Até que as lágrimas
silenciaram a menina
para todo sempre
e do espelho
restou só
o pó